Abrir Franquia Outback e atuar no segmento de restaurantes.

Abrir Franquia Outback

PUBLICIDADE

A rede de restaurantes Outback tem se tornado cada vez mais querida pelo público brasileiro, e isso é fácil de notar devido às longas filas de espera por uma mesa que vemos quando escolhemos o local para almoçar.

Conhecida por ter o estilo “casual dinning”, ou seja, ter um ambiente descontraído, mas sem cara de fast food, o Outback está no Brasil desde 1997. No início, a empresa operava apenas no eixo Rio-São Paulo, mas hoje já é possível encontrá-la em outros estados (já chega a 34 restaurantes no país). Com origem na Flórida, além do Brasil, ela tem unidades em mais de 21 países.

Com esse crescimento no Brasil, alguns empreendedores se mostraram interessados em abrir uma franquia do Outback e se perguntam quanto custa uma franquia do Outback. Bom, a rede de restaurantes não conta com sistema de franchising. Seu modelo de negócio é o “joint venture”, onde os que desejam serem proprietários são na verdade sócios da Outback International. Desta forma, o sócio-operador entra com um valor de R$ 60 mil, considerado um valor de participação, e fica responsável pela operação do restaurante durante seu funcionamento diário.

O valor de investimento é atrativo, comparado com muitas cadeias de franquias de alimentos que precisam de mais de 6 dígitos para operar. Já o valor da infraestrutura de uma loja fica entre 4 a 5 milhões, no entanto, a loja é entregue pronta na mão do novo sócio, que recebe um salário fixo (entorno de R$ 10 mil) mais uma porcentagem do lucro líquido do restaurante.

Segredo de sucesso

Muitos pensam que existem franquias Outback, mas vimos que a rede de restaurantes não trabalha desta forma. Quem deseja trabalhar na rede precisa se tornar um sócio-empreendedor, no entanto não é tão simples ser aceito. Cerca de 60% dos sócios são pessoas que já trabalhavam por lá, além disso, o que conta aqui não é o quesito financeiro e, sim, o know-how das pessoas na área alimentícia e de atendimento, e o conhecimento na área é o fator chave.

O contrato do sócio dura 5 anos e pode ser renovado. Quem já foi a alguma de suas unidades pode reparar que logo na porta vem gravado o nome do proprietário daquela unidade. Estas pessoas além de ter conhecimento na área recebem um treinamento de seis a dez meses para se encaixar no padrão internacional.

A palavra de ordem do Outback é qualidade e bom atendimento. A empresa não divulga seu faturamento, mas especialistas especulam que seja por volta de US$ 4 bilhões. Uma boa fatia desse lucro vem do mercado brasileiro, apesar de ter um número baixo de lojas comparado com outros países. Mais informações podem ser conferidas no site do Outback.